Loja Oscar Freire

Loja Rappi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

Nutrindo a mente: conheça os melhores alimentos para o cérebro!

Sabemos que manter uma dieta saudável traz inúmeros benefícios para o corpo, mas você sabe como manter seu cérebro bem e com saúde? Não se preocupe que vamos te ajudar. Separamos alguns alimentos para o cérebro que você pode inserir na sua dieta. 

É muito importante manter uma dieta equilibrada também para seus neurônios, já que o cérebro possui poucas reservas de nutrientes. Por isso, para manter seu bom funcionamento, é essencial manter uma alimentação rica em antioxidantes e anti-inflamatórios.

Esses tipos de alimentos ajudam a melhorar sua memória, atenção e até suas funções cognitivas, além de ainda diminuírem a possibilidade de doenças como Alzheimer e Parkinson. Confira abaixo alguns alimentos que ajudam nas funções do cérebro: 

Frutas vermelhas

Ricas em compostos de ação antioxidante e anti-inflamatória que protegem o cérebro contra danos do envelhecimento, as frutas vermelhas devem ser consumidas de forma regular para alcançar este efeito. Alguns exemplos são:

  • Morango;
  • Amora;
  • Uva;
  • Framboesa;
  • Mirtilo.

Laranja

Alimentos para o cérebro ricos em vitamina C também são muito importantes, por isso a laranja é uma ótima opção para você e o melhor ela pode ser consumida como um delicioso suco ou vitamina. Ela tem efeito antioxidante que combate os radicais livres, que são responsáveis por danificar os neurônios.

Tomate

Uma opção que muitos já possuem em suas mesas, o tomate possui licopeno e fisetina em sua composição que agem como anti-inflamatórios e antioxidantes ajudando assim a reduzir a inflamação dos neurônios e o estresse oxidativo causado pelo radicais livres. Ou seja, essa opção tão comum ajuda a prevenir doenças como Alzheimer, isquemia cerebral e convulsão. 

Ovo

Outro alimento para o cérebro bem comum nas mesas dos brasileiros, o ovo é uma excelente fonte de nutrientes, como vitaminas B6 e B12, folato e colina. Mas a melhor forma de consumi-lo é cozido ou em bolos e sobremesas. 

Vitaminas do complexo B e o ácido fólico são essenciais para o desenvolvimento do cérebro e para formação dos componentes dos neurônios, melhorando o seu funcionamento. Alguns estudos mostram que a deficiência de ácido fólico pode estar relacionada à demência em idosos e que as vitaminas do complexo B, principalmente a vitamina B12 do ovo, ajudam a diminuir a perda de memória e a combater a depressão.

Já a colina é um nutriente essencial para a formação de acetilcolina no cérebro, que é um neurotransmissor que ajuda a regular o humor e a memória.

Chocolate preto

Não poderia faltar uma sobremesa! Apesar de ter de ser consumido em pequenas quantidades, um quadradinho após o almoço ou jantar, o chocolate preto é um importante aliado na saúde do cérebro. O ideal é que ele seja no mínimo cacau 70%.

Isso acontece pois o chocolate preto é rico em flavonóides, catequinas e epicatequinas que têm ação antioxidante reduzindo os danos nas células do cérebro e estimulando a oxigenação do cérebro. Isso ajuda na aprendizagem e diminui o declínio mental natural do envelhecimento, principalmente a memória. Além, é claro, de propiciar a sensação de bem-estar e liberar serotonina. 

Chá Verde

Com certeza você já viu alguma reportagem falando da ação antioxidantes do chá verde, mas sabia que ele possui em sua composição cafeína, L-teanina, flavonóides e catequinas? Tudo isso ajuda a te manter atento, melhora seu humor, seu desempenho, ainda aumenta a atividade dos neurotransmissores reduzindo a ansiedade e reduz a chance de desenvolver Parkinson e Alzheimer.

Viu como é fácil manter uma nutrição balanceada com alimentos para o cérebro? Confira também 5 dicas para uma alimentação saudável. Lembre-se de procurar um nutricionista ou nutrólogo para começar uma dieta saudável da maneira correta!

Gostou? Deixe seu comentário e compartilhe com os amigos!

0 0 vote
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments