Loja Oscar Freire

Loja Rappi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

Diet e light: entenda a diferença

“Diet e light” pode ser uma seção separada no supermercado, e isso tem alguns motivos. Muitas vezes utilizados enquanto semelhantes, há muitas diferenças entre diet e light. E existe uma procura grande por esses produtos. Seria para emagrecer ou para ter uma alimentação adequada? Confira aqui!

diet e light


Ambos têm redução de algum nutriente

Produtos diet e light têm a redução de algum nutriente em sua composição. Quem explica é a professora do Departamento de Nutrição da Universidade de Brasília (UnB), Renata Monteiro:

“No light, o produto tem uma redução de, pelo menos, 25% de algum nutriente, como gordura e açúcar e, por consequência, de calorias. Nos produtos diet, a modificação diz respeito à retirada de algum nutriente com o objetivo de saúde, por conta de uma patologia específica. Mas para manter o produto com sua característica original é adicionado outro elemento, como adoçante ou edulcorante ou gordura”.

Diet e light

A partir dessa característica comum a ambos, podemos entender melhor o que significa esses conceitos.

Produto light é um produto reduzido em algum nutriente. Isso significa gorduras totais ou saturadas, açúcar, colesterol e sódio. Essa redução deve ser de, no mínimo, 25% do valor energético ou do conteúdo do nutriente específico, se comparado ao ao alimento convencional.

Já o produto diet significa uma categoria de alimento para fins especiais. De acordo com a Anvisa (Portaria nº 29/1998), o termo diet é utilizado somente em algumas categorias de alimentos para fins especiais: dietas com restrição de nutrientes, alimentos para ingestão controlada de açúcar e alimentos para controle de peso entram na categoria diet. 

Por isso, nem sempre o termo diet significa ausência de açúcar no alimento. Inclusive, quem pensa que emagrecerá consumindo um produto diet pode se decepcionar. O chocolate diet, por exemplo, não tem açúcar, mas tem edulcorante e gordura, o que pode torná-lo até mais calórico.

Um alimento diet terá em seu rótulo os escritos “sem adição de açúcar” ou “zero açúcar”. A informação também pode estar nos ingredientes. O açúcar pode assumir os termos glicose, sacarose ou dextrose, açúcar invertido, demerara ou mascavo. A palavra “edulcorante” quer dizer que o produto tem adição de adoçante. 

Ambos costumam ser ultraprocessados

Um aspecto importante dos produtos diet e light é que, em decorrência das modificações pelas quais passam, eles acabam sendo ultraprocessados. Alguns conseguem ser somente processados, caso do pêssego em calda diet. Nele, não há açúcar adicionado, mas isso não autoriza seu consumo irrestrito.

Não se esqueça que uma alimentação equilibrada envolve mais produtos in natura e menos processados. 

Produtos diet e light serve para atender pessoas específicas

Você possui alguma restrição dietética, e seu médico recomenda o consumo de produtos diet e light? Ótimo. 

Uma pessoa com diabetes, por exemplo, pode ter indicação para consumir somente produtos dietéticos. No entanto, esses alimentos devem ser analisados para verificar se eles não possuem açúcar. Afinal, é possível ter modificação em outro nutriente.

Podemos encontrar também outras indicações de consumo de produtos diet, como:

  • Alimentos com restrição de gordura: pessoas com taxas altas de triglicérides e colesterol ou com problemas de vesícula;
  • Alimentos com restrição de proteínas: pessoas com problemas renais;
  • Alimentos com restrição de sódio: hipertensos.

Uma pessoa obesa pode ter indicação médica para consumir produtos light para emagrecer. Isso porque eles podem oferecer teor de gordura e açúcares. 

No entanto, certos alimentos light não são indicados para grávidas, hipertensos e diabéticos, pois podem possuir conservantes, adoçantes e sódio em quantidades diferentes.

Se você não possui restrição alimentar nem um objetivo específico, não há motivos para incluir esses produtos em sua alimentação. 

A regra para se alimentar bem não precisa mudar se não houver necessidade: continue adicionando legumes, verduras, frutas e grãos integrais. Evitar açúcar, sal e gordura já é suficiente.

 

Para verificar se um produto é diet e light, leia o rótulo dos alimentos. Dessa forma, você pode identificar ingredientes ou nutrientes que não podem integrar sua dieta.

Na dúvida, o melhor a se fazer é adotar uma alimentação equilibrada e constante. Comece com as frutas mais refrescantes para o verão!

desinchá mix de verão

0 0 vote
Article Rating
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments